sábado, 11 de julho de 2015

Mitos e verdades sobre cólica menstrual

1. Se minha mãe tem cólica, certeza de que uma hora vou ter também.
MITO. Ela não é hereditária. A cólica, chamada pelos médicos de dismenorreia (esquisito, não?), nada mais é do que seu útero se contraindo para expulsar o sangue durante a menstruação. O movimento libera substâncias inflamatórias, por isso você sente dor.




2. A intensidade da dor tem a ver com o fluxo
VERDADE. A dor pode estar relacionada ao fluxo mentrual. Em geral, quem tem fluxo mais intenso sofre um pouco mais. As dores costumam ser mais fortes nos três primeiros dias da menstruação e podem vir acompanhadas de outros sintomas, que variam de garota para garota. A dor nas costas é o mais comum, pois o nervo da região lombar e da parte inferior da barriga é o mesmo.
3. Lavar a cabeça enquanto estou menstruada piora tudo
MITO. Assim como andar descalça, beber algo gelado, entrar na piscina ou dormir com a cabeça molhada não têm nada a ver com a cólica.

4. O anticoncepcional ajuda a reduzir as cólicas
VERDADE. Funciona assim: como a pílula já tem hormônios, seu corpo não precisa produzi-los e, assim, você não ovula. Sem a ovulação, há uma produção menor de prostaglandina, substância que estimula as contrações do útero - e, consequentemente, causam cólica.


5. Não tive cólica na primeira menstruação. Ou seja, não vou ter nunca
MITO. Pode até ser que você não tenha dores ao longo dos anos, mas não dá para ter certeza. Isso porque a primeira menstruação costuma ser bem diferente das demais: geralmente o fluxo é irregular e menos intenso. Consequentemente, a chance de sentir dor é menor. Com o passar do tempo, seu ciclo vai se acertando e a cólica pode aparecer.

6. Absorvente interno dá cólica
MITO. A cólica é causada pelo esforço do útero em liberar o endométrio (membrana que reveste a parede uterina e é expelida pela menstruação). O absorvente interno não encosta no útero e não tem nenhuma relação com a dor.
7. Posso até desmaiar de tanta dor
VERDADE. Em casos mais graves, o excesso de dor pode causar reações no sistema nervoso como o desmaio. Além dele, também pode rolar dor nas pernas, enjoo e diarreia. Em alguns casos, desmair pode ser sinal de problemas no útero, por isso é importante procurar um médico caso isso aconteça.


8. A alimentação pode ajudar
VERDADE. Alimentos que contenham cálcio e magnésio (como leite e derivados, verduras e grãos) ajudam a amenizar o incômodo. Outra dica é apostar em peixes e legumes como salmão e brócolis, pois eles têm ômega-3, substância que contém ação anti-inflamatória que auxilia a amenizar a cólica.

9. Bolsa de água quente alivia a dor
VERDADE. O calor ajuda a diminuir a contração do útero, o que melhora o desconforto. Rola usar a bolsa de água quente por alguns minutos na região para aliviar a dor.
10. Praticar exercícios faz diferença
VERDADE. Quando praticamos atividade física, o corpo libera o hormônio endorfina que dá a sensação de bem-estar e alívio. Meninas que praticam exercícios com regularidade tendem a ter menos cólica. Se este não é o seu caso, procure uma opção mais leve para não aumentar o incômodo durante o período.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tradutor ♥